• Document: INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS: um estudo de caso sobre a empresa Chilli Beans
  • Size: 306.68 KB
  • Uploaded: 2019-05-16 15:17:30
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE – UNI-BH GERMANA COSTA RUIZ PINTO INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS: um estudo de caso sobre a empresa Chilli Beans BELO HORIZONTE 2010 GERMANA COSTA RUIZ PINTO INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS BRASILEIRAS: um estudo de caso sobre a empresa Chilli Beans Monografia apresentada ao Centro Universitário de Belo Horizonte como requisito total para a aprovação da matéria Monografia II e requisito parcial para a conclusão do curso de Relações Internacionais. Orientador: Professor Gustavo Salum BELO HORIZONTE 2010 RESUMO A internacionalização de empresas é, sem dúvida, um fator de grande importância para o desenvolvimento de um país, e é inegável que esse fenômeno esteja acontecendo a nossa volta. Apesar da internacionalização de empresas brasileiras ser um fenômeno recente e ainda de pequenas proporções, é um processo notório e que merece destaque em sua essência. Este trabalho utiliza a metodologia de estudo de caso para levantar e analisar quais são as motivações e benefícios da internacionalização de uma empresa brasileira, a Chilli Beans, e também quais são os riscos que esta encontra nesse percurso. Tal empresa constitui uma marca brasileira que, desde 2007, atua em Portugal, Estados Unidos e Angola. O trabalho se apóia nas teorias de internacionalização de empresas de diversos autores, tendo seu foco no processo de internacionalização de franquias. A literatura sobre a internacionalização de empresas brasileira, por ser um fenômeno recente, ainda é muito escassa, assim, espera-se que, com o presente trabalho, outros estudantes e pesquisadores se sintam encorajados a dissertar acerca deste tema. Além disso, espera-se que este estudo sirva como incentivo ao desenvolvimento da internacionalização para outras empresas. Palavras-chave: Internacionalização de empresas, Franquias, Chilli Beans. ABSTRACT The internationalization of companies is undoubtedly a great factor for the development of a country, and it is undeniable that this phenomenon is happening around us. Although the internationalization of Brazilian companies is a recent phenomenon and still in a small scale, is a notorious and process that is noteworthy in its essence. Thereafter, this paper uses the case-study methodology to survey and analyze what are the motivations and benefits of internationalization of a Brazilian company and also what are the risks that they finds on this way. To do so, the company studied was the Chilli Beans, a Brazilian brand that operates in Portugal since 2007, and is in the United States and Angola too. The work is based on the theories of companies´ internationalization of various authors, taking focus on the internationalization of franchising. The literature on the internationalization of Brazilian companies, as a recent phenomenon, is still very scarce, so it is expected that the present work, can encourage other students and researchers on this subject and also to serve as an incentive the development of internationalization to other companies. Key-words: Company Internalization, Franchising, Chilli Beans 1 Introdução Romanos, gregos, persas, espanhóis, ingleses, são exemplos de povos que conseguiram um rápido avanço econômico por meio do comércio com outros povos, criando acordos comerciais e rotas para esse comércio. Com o desenvolvimento do capitalismo e das tecnologias, esse comércio se tornou mais dinâmico e crescente. Hoje, o fenômeno da globalização é o grande responsável pela aceleração deste fato que é a internacionalização de empresas. A globalização, conforme Martinez (2007, apud KHAUAJA, 2010, p. 7), não se refere somente ao comércio, mas também a uma integração funcional entre as atividades fragmentadas que formam assim cadeias globais de produção. A globalização impactou de maneira inegável a forma como as empresas agem no mercado interno. Assim é importante entender a força desse fenômeno, não somente nas empresas que desejam operar globalmente, mas, também, naquelas que passam pela ampliação do seu ambiente competitivo. Internacionalizar, então, deixa de ser para muitas empresas uma escolha e passa a ser condição para que possam sobreviver à concorrência com empresas já internacionalizadas, ou até mesmo empresas estrangeiras “internalizadas”. Após a Segunda Grande Guerra, vários fatores contribuíram para a constituição de diversos mecanismos que ajudaram na internacionalização das empresas e da integração econômica mundial; um deles, de grande relevância, foi a insurgência de blocos regionais, fato que facilitou bastante o comércio entre os países pertencentes ao mesmo blo

Recently converted files (publicly available):