• Document: Sistema de gestão de custos nas pequenas propriedades leiteiras.
  • Size: 31.88 KB
  • Uploaded: 2019-04-16 23:28:10
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

Sistema de gestão de custos nas pequenas propriedades leiteiras. 2 Marion, J C; Segatti, S. Sistema de gestão de custos nas pequenas propriedades leiteiras. José Carlos Marion Doutor em Controladoria e Contabilidade pela USP. Instituição: Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo e Pontífice Universidade Católica de São Paulo. Endereço: Rua Pedro Pacini, 157. Jundiaí – SP. CEP 13.211-712. E-mail: jcmarion@usp.br Sonia Segatti Especialista em Administração Rural pela UFLA. Instituição: Centro de Educação Superior de Dracena - SP e Consagro Contabilidade Rural Ltda. Endereço: Rua São Paulo, 1365. Dracema, SP. CEP 17.900-000. E-mail: consagro@fundec.com.br Resumo Neste artigo objetiva-se analisar as ferramentas gerenciais (softwares) existentes no mercado, detectar aspectos em que as mesmas são incompatíveis com as necessidades do pequeno produtor rural; objetiva-se também propor um sistema de gestão de planejamento e custos para as pequenas propriedades rurais, em especial da cadeia produtiva do leite, favorecendo o pequeno produtor no mercado interno, frente ao cenário econômico atual, destacando sua contribuição na formação de renda e na absorção de mão-de-obra. Serão consideradas as características próprias do ambiente agropecuário, como as condições climáticas e o período de maturação dos investimentos, que ditados pela natureza condicionam a produção agropecuária, como as mudanças de categorias no rebanho com mais precocidade. Propõe-se que este sistema de gerenciamento seja de fácil aplicação e manuseio, além de ser flexível para se calcular o custeio de qualquer outra atividade dentro da propriedade rural de forma integrada ou independente, ou seja, da propriedade como um todo. Palavras-chave: Gestão de planejamento e custos, Cadeia produtiva, Formação de renda. 1. Introdução O desenvolvimento de novas tecnologias oriundas da tecnologia de informação (TI), biotecnologia, mudanças no perfil do consumidor e ampliação da concorrência, aliados à complexidade e dinamismo dos mercados atuais, afetam a gestão rural e suas decisões estratégicas, forçando o remodelamento das rotinas e a resolução de problemas até então tidos mesmo como insolúveis pelo pequeno agropecuarista, principalmente pelo produtor de leite. Ferramentas gerenciais, que integrem a gestão administrativa com controles técnicos, são importantes para a competitividade do negócio, pois destacam os indicadores de Custos e @gronegócio on line - v. 2 - n.2 - Jul/Dez - 2006. ISSN 1808-2882 www.custoseagronegocioonline.com.br Sistema de gestão de custos nas pequenas propriedades leiteiras. 3 Marion, J C; Segatti, S. desempenho e os sistemas de custeio, garantindo o sucesso e a sustentabilidade dos pequenos empreendimentos rurais, os quais são de vital importância ao conglomerado agroindustrial do país (SANTOS et al., 2002). Os controles técnicos já atendem o mercado de forma eficiente, com programas que vêm acompanhados, muitas vezes, do próprio maquinário e implementos, como recomendação de calagens e adubações, mostras dos níveis nutricionais do solo e planta e cálculos de balanceamentos de rações, minerais e dietas para bovinos com custos mínimos. Há necessidade de um sistema com a vantagem de obter o controle de custos totalmente integrado, e através de um simples lançamento financeiro gerar a movimentação do estoque, o controle de maquinários e implementos, os cálculos de depreciação, os custos de mão-de-obra, os custos operacionais totais e o valor unitário de cada segmento da propriedade rural, permitindo maior rapidez na tomada de decisões (MARION, 2004). Para alocação de custos serão consideradas as características próprias do ambiente agropecuário, como as condições climáticas e o período de maturação dos investimentos que ditados pela natureza condicionam a produção agropecuária, como as mudanças de categorias no rebanho com mais precocidade. A maioria dos pequenos produtores ou produtores familiares, normalmente não têm possibilidade financeira de contratar um profissional administrativo; faz-se necessário, portanto, a elaboração de um sistema de fácil aplicação e manuseio, além de ser flexível para se calcular o custeio de qualquer produto ou criação explorados na propriedade (BATALHA et al., 2005). Todo o sistema deve ser desenvolvido mediante um intenso e sistemático trabalho de pesquisa quantitativa e qualitativa, com estudo de caso e implementaçã

Recently converted files (publicly available):