• Document: ESTOU APOSENTADO! E AGORA...?
  • Size: 58.64 KB
  • Uploaded: 2019-04-16 14:08:11
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

ESTOU APOSENTADO! E AGORA...? Autoria: Décio Luiz Mello Peixoto Faria RESUMO O trabalho apresenta pesquisa realizada entre pessoas da terceira idade, domiciliadas em Curitiba, capital do estado do Paraná e em cidades circunvizinhas, no decorrer do mês de outubro de 2003, procurando identificar as principais preferências e necessidades apresentadas por este estrato da população, aposentadas e/ou em vias de receberem o benefício da aposentadoria, objetivando viabilizar ações que apoiem a sua inclusão social. A metodologia adotada na investigação foi a aplicação de formulário de pesquisa, através entrevistas pessoais, onde identificou-se as classes econômicas dos sujeitos, as atividades por eles exercidas, as atividades passíveis de serem por eles exercidas, as atividades que gostariam de executar e verificação, de que, se a educação continuada faz parte das preocupações desta camada da população. Como resultados, a investigação possibilitará a viabilização de projetos na área educacional através do Instituto de Ciências Sociais do Paraná – ICSP/FESP, Instituição de Ensino Superior, destinados a pessoas da terceira idade. 1 INTRODUÇÃO A pirâmide sociológica da população brasileira alterou-se substancialmente no decorrer do século XX. A expressão “país de jovens” não mais condiz com a realidade. Informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas – IBGE, indicam que nos últimos 60 anos, enquanto a população total brasileira multiplicou-se por 4, a população de pessoas com mais de 60 anos multiplicou-se por 10. Desta maneira, numerosos estudos sobre o envelhecimento da população brasileira têm sido realizados, destacando, principalmente, temas, como envelhecimento com saúde. Este trabalho procura conhecer as principais necessidades e preferências desta população, a fim de apoiar sua inserção no seio da sociedade. A pesquisa tomou como fundamentação teórica o artigo Velhice bem-sucedida e educação, de Anita Liberalesco NERI e Meire CACHIONI, inserida na obra Velhice e Sociedade, de Anita Liberalesco NERI e Guita Grin DEBERT. O texto apresenta detalhadamente o crescimento populacional da população idosa no Brasil, indicando que a proporção de pessoas com 60 anos ou mais passou de 4,2% do total populacional, em 1960, para 5,1% em 1979 e 6,1% em 1980. A previsão para o ano 2020 é de que 1 em cada 13 brasileiros pertencerá à população idosa (BERQUÓ 1996). Apresenta, ainda, investigações com pessoas da terceira idade, destacando-se a pesquisa documental, realizada pela prof. Anita Liberalesco NERI, da UNICAMP, em 1996, a respeito dos motivos que levaram um universo de 437 adultos e idosos a procurar o programa da Universidade as Terceira Idade da PUC - Campinas, no período compreendido entre 1991 e 1994. 2 Concluiu-se que o principal motivo foi: Busca de conhecimentos e de atualização cultural – desejo de completar seu ciclo de educação formal, satisfazendo assim um grande sonho. Procurando apresentar maiores informações a respeito deste importante segmento da população, este trabalho objetiva, especificamente: • Identificar as classes econômicas das pessoas da terceira idade, aposentadas ou em vias de aposentadoria; • Identificar as atividades exercidas por esta parcela da população; • Identificar as atividades que as pessoas da terceira idade gostariam de executar; • Identificar se a educação continuada faz parte das preocupações deste estrato da população; • Identificar ações e programas que venham a beneficiar a inclusão social das pessoas da terceira idade. Este trabalho constitui-se por duas partes distintas. A primeira parte apresenta pesquisa bibliográfica sobre o assunto objeto da investigação. A segunda parte apresenta pesquisa de campo com pessoas aposentadas, ou em vias de receberem o benefício da aposentadoria, na cidade de Curitiba e cidades circunvizinhas. 2 O QUE É TERCEIRA IDADE? A expressão terceira idade é comumente utilizada para designar pessoas com idade igual ou superior a sessenta anos. Este fato é explicado pela razão das mesmas estarem, nesta idade, aposentadas, caracterizando, desta maneira, um novo tempo em suas vidas. A Organização das Nações Unidas – ONU, através da Resolução 39/125, divide o ciclo de vida, sob o ponto de vista econômico, em três idades, considerando o homem enquanto força de trabalho, que produz e consome os bens produzidos. As três idades são as seguintes: • Primeira idade: a das crianças que só consomem (crianças e adolescentes), portanto idade improdutiva. • Segunda idade: a das pessoas que produzem e consomem (jovens e adultos maduros, que constituem a População Economicamente Ativa

Recently converted files (publicly available):