• Document: Pais Inteligentes Formam Sucessores, não Herdeiros
  • Size: 213.63 KB
  • Uploaded: 2018-12-08 00:58:19
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

Augusto Cury Pais Inteligentes Formam Sucessores, não Herdeiros Adaptação de Maria de Brito PIFSNH_20161340_F01_10_3P.indd 5 26/08/16 09:58 Prefácio É mais fácil governar uma cidade ou um país do que edu- car uma criança. É mais fácil gerir uma empresa com mi- lhares de funcionários do que formar um pensador. É mais fácil consertar milhares de máquinas supercomplexas do que transformar um ser humano impulsivo e impaciente em alguém tolerante e calmo. O dinheiro pode comprar uma fábrica de camas, mas pode não proporcionar uma noite agradável de sono. O sucesso e a fama podem projetar um ser humano para o patamar mais alto da sociedade, mas podem não o reti- rar dos níveis mais baixos da ansiedade, da irritabilidade, da insatisfação crónica, da autocobrança. Uma escola pode transmitir milhares de informações sobre matemática, fí- sica, química e outras competências técnicas, mas pode não ser inteligente e psicologicamente saudável, capaz de trabalhar minimamente funções complexas da inteligência, como pensar antes de agir; reciclar perdas; lidar com con- trariedades; expor, e não impor, ideias; altruísmo; sereni- dade; empatia; carisma. Somos uma espécie belíssima e dificílima de se com- preender e de educar. Este livro trata de uma das áreas mais Pais Inteligentes Formam Sucessores, não Herdeiros 9 PIFSNH_20161340_F01_10_3P.indd 9 26/08/16 09:58 importantes do processo educacional: a formação de suces- sores. Claro, não oferece todas as respostas, mas esclarece o motivo que leva reinos a caírem, nações a entrarem em decadência, empresas a falirem, famílias a fragmentarem-se e personalidades que tinham tudo para dar certo a fracassa- rem, enquanto outras que tinham tudo para dar errado têm sucesso. Todos começam a vida como herdeiros, por mais pobres, desfavorecidos e abandonados que sejam. Todos herdam pelo menos uma carga genética, o que lhes dá o direito à vida, e a vida, por si só, é fabulosa, misteriosa e incompreen- sível na sua plenitude. A grande maioria das pessoas tam- bém herda conhecimentos incríveis, como os direitos civis, a cultura do seu povo, os valores dos seus pais. Muitas ainda herdam o direito de estudar, de ler livros, de conhecer, de aprender e de captar a expertise dos seus mestres. Estas são heranças notáveis. E uma minoria recebe as «famosas» he- ranças, mas que não são as mais importantes, como bens materiais, empresas, ações, dinheiro. Quem herda gasta, consome, perde. E gastar sem pre- servar, renovar e enriquecer é ser um herdeiro irrespon- sável, e não um sucessor. Gastam-se os anos de vida, mas tem de haver uma compensação: enriquecer-se com sabe- doria. Depositam-se no cérebro valores, ética, cultura, mas é preciso retroalimentá-los, caso contrário, perdem-se nos porões da memória. Sabia que ainda hoje se perdem várias línguas e culturas que nunca mais voltam ao teatro da hu- manidade? Gastam-se os bens para sobreviver, mas estes precisam de ser renovados para que não se esgotem. No 10 Augusto Cury PIFSNH_20161340_F01_10_3P.indd 10 26/08/16 09:58 entanto, a maioria dos herdeiros sabota a sua felicidade, acredita que os seus bens são eternos. Digo sempre aos meus alunos de diversas nações, sejam graduandos, mestrandos ou doutorandos, que é muito mais fácil formar herdeiros do que sucessores. Os herdeiros são gastadores inconsequentes; já os sucessores preservam ou multiplicam o que herdam. Os herdeiros são imediatistas, querem tudo rápida e prontamente; os sucessores pensam a médio e longo prazo, adiam pequenas doses de prazer no presente para mergulharem no manancial de amanhã. Os herdeiros são especialistas a reclamar dos seus pais ou res- ponsáveis e dos seus mestres; os sucessores curvam-se em agradecimento àqueles que se entregam por eles. O

Recently converted files (publicly available):