• Document: Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades.
  • Size: 558.27 KB
  • Uploaded: 2019-04-15 21:54:18
  • Status: Successfully converted


Some snippets from your converted document:

Relatório de Grupo Maternal B 2013 Neste relatório, desejamos compartilhar com vocês o início da história do nosso grupo, contando como foram os primeiros dias e as primeiras descobertas. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades. No primeiro dia de aula, as crianças chegaram à escola demonstrando euforia e um pouco de ansiedade para conhecer a nova professora, a auxiliar, os novos amigos e a nova sala de aula. Acompanhadas por seus pais, elas foram entrando na sala e escolhendo um brinquedo ou um cantinho para brincar. Aos poucos, e cada uma à sua maneira, foram se despedindo do papai ou da mamãe e ficando em nossa companhia. Ao longo do dia, algumas ainda questionavam: “Minha mãe vai demorar? Sabendo que o momento da despedida muitas vezes é marcado pelo choro e que, para se sentirem seguras em um ambiente, as crianças precisam estabelecer vínculos afetivos entre elas e com os adultos envolvidos em seu cuidado, nossa sala estava organizada com o objetivo de facilitar o acolhimento de cada aluno e promover a interação entre eles. Para as primeiras semanas, organizamos cantinhos lúdicos com tecidos e brinquedos variados, a fim de despertar o interesse de todas as crianças do grupo. Cabanas com brinquedos, como panelinhas e comidinhas, chamavam a atenção das meninas, enquanto pistas de carros e ferramentas despertavam o interesse dos meninos. Bonequinhos e super-heróis deixavam todos empolgados. No entanto, como as professoras são a referência para o grupo, todos queriam receber nossa atenção durante todo o tempo. Assim, se preparávamos comidinhas com uma criança que solicitava muito nossa companhia, o grupo se reunia ao redor para participar da brincadeira. Quando brincávamos de carrinho com alguns meninos, as meninas se aproximavam para brincar também. Dessa maneira, pouco a pouco as crianças foram criando vínculos umas com as outras e dependendo menos de nossa intervenção para brincar. Alguns “colinhos” foram pedidos e, aos poucos, foram se soltando cada vez mais. 1 Os cantinhos As brincadeiras A roda Já no período de adaptação fomos construindo a nossa rotina, tendo como foco as necessidades e características da turma. A rotina é importante, pois permite que as crianças se localizem no tempo e no espaço sem ansiedade, sentindo-se seguras na escola. Assim, recebemos nossa turma com a sala de aula organizada em cantinhos de brincadeiras, depois, reunimos o grupo em roda, fazemos diferentes atividades, tomamos lanche e fazemos a higiene, brincamos no parque, vamos ao atelier, descansamos, lemos histórias e vamos embora, cantando a música: “tchau, tchau, coleguinha...”. Além dessas atividades diárias, temos as aulas com os professores especialistas: Música, Educação Física e Inglês. Aulas de Música, Educação Física e Inglês Logo na primeira semana, as crianças reencontraram o Professor Matheus e lembraram de algumas músicas aprendidas no Mini, como “Alecrim Dourado”, uma das preferidas do grupo. Além disso, elas adoram tocar os instrumentos musicais. Também reencontraram o Professor Heder e rapidamente passaram a aguardar os dias de Educação Física para brincar na quadra. 2 Muitas brincadeiras e jogos animam a turma, mas a grande novidade, sem dúvidas, foi a aula de inglês. No primeiro encontro, as crianças conheceram a teacher Fabiana e ouviram atentas a música “Hello”, acompanhando com palmas. Em seguida, aprenderam os nomes de algumas cores com a leitura de um livro e, no final da aula, a música de “Goodbye”. Foi incrível notar como as crianças se interessaram por essa aula, pois, na semana seguinte, elas nos perguntavam os nomes das cores em inglês ou cantavam “Goodbye” pelo parque enquanto brincavam. Passado o período de adaptação, começamos a inserir em nossa rotina os projetos e atividades mais específicas do Maternal. Uma atividade muito importante e que acontece diariamente é a roda. A roda é a melhor maneira de organizar as crianças para momentos de conversa, por ser uma configuração que permite que todos olhem para quem fala e observem os gestos e expressões do falante e do interlocutor. A roda de conversa é o momento de apropriação da prática social de conversar, portanto, nela as crianças aprenderão a conversar como acontece na sociedade, falando sobre temas diversos do cotidiano. Além de conversar, realizamos a chamada, utilizando as fichas com os nomes das crianças, e também marcamos o calendário. A brincadeira “A canoa virou” é esperada por todos, uma vez que chamamos cad

Recently converted files (publicly available):